Novo site do Programa: http://pgimuno.fmrp.usp.br

Avaliação do camundongo C57BL/6 como modelo murino para estudo da infecção pelo vírus da dengue

A dengue é uma doença infecciosa de grande importância em saúde pública em países tropicais e subtropicais. Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de 50 a 100 milhões de pessoas se infectam anualmente em mais de 100 países de todos os continentes, exceto a Europa. A dengue apresenta-se em três formas clínicas principais; doença febril indiferenciada, febre clássica do dengue (DF) e dengue hemorrágica com ou sem choque (DHF/DSS). A patogênese da doença, porém, ainda não é bem esclarecida e a falta de um modelo animal que apresente aspectos característicos da infecção é um dos maiores obstáculos. Neste trabalho, avaliamos o potencial de camundongos C57BL/6 como modelo murino para estudo da infecção pelo vírus dengue (DENV), por meio da analise de variáveis clínicas, laboratoriais e imunológicas. Após infectar os animais com DENV-1 (Mochizuki), detectamos o genoma viral no plasma, cérebro, fígado, rim e baço, verificou-se plaquetopenia e evidências de dano hepático induzida pela infecção. Na caracterização da resposta imune contra o vírus, observamos a presença de anticorpos neutralizantes e aumento percentual do número de macrófagos no baço dos animais infectados. Através de experimentos de transferência passiva de anticorpos heterotípicos, verificamos aumento da carga viral no plasma de camundongos infectados com sorotipo heterólogo. Desse modo, embora os camundongos C57BL/6 não tenham apresentado as características clínicas da doença observada em humanos, concluímos que estes animais podem ser utilizados como modelo de estudo da infecção pelo DENV.

Data da defesa: 
05/08/2010
Local: 
Centro de Pesquisa em Virologia

X Curso de Inverno em Imunologia Básica e Aplicada

Bytebio
AntiSpam