Novo site do Programa: http://pgimuno.fmrp.usp.br

2015

Prostaglandina E2 inibe a diferenciação de células Th17 no contexto de fagocitose de células apoptóticas infectadas Ribeirão Preto 2015

A fagocitose de células apoptóticas, também denominada eferocitose, é um processo
dinâmico e de fundamental importância para homeostase dos tecidos após uma injúria.
Estudos demonstraram previamente que a fagocitose de células apoptóticas promove
a síntese de mediadores anti-inflamatórios como PGE2, TGF-β e IL-10, podendo
resultar num microambiente supressor e aumento da susceptibilidade do hospedeiro
contra agentes infecciosos. Entretanto, a fagocitose de células apoptóticas infectadas
por células dendríticas promove a geração não apenas de citocinas antiinflamatórias

Data da defesa: 
16/11/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas

FRUTOSE 1,6 BIFOSFATO, UM INTERMEDIÁRIO DA GLICÓLISE, REGULA A PRODUÇÃO DE IL-10 EM MACRÓFAGOS DE FORMA DEPENDENTE DA VIA ADENOSINÉRGICA

Frutose 1,6-bifosfato (FBP) é um intermediário da via glicolítica, que quando administrada exogenamente apresenta efeito protetor em modelos de injuria isquêmica, o qual foi associado a uma sustentada glicólise e aumento da produção de ATP. Além disso, estudos prévios do nosso grupo demonstraram que a FBP apresenta-se como um fármaco promissor na artrite experimental, através da geração de adenosina extracelular e ativação subsequente do receptor de adenosina A2A (A2AR).

Data da defesa: 
09/11/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas
Arquivo da dissertação: 

Efeito do gene Autoimmune regulator (Aire) sobre a expressão de RNAs longos não codificadores em células tímicas epiteliais medulares Ribeirão

O timo é um órgão linfoide primário envolvido na discriminação entre o próprio e não-próprio durante o processo de tolerância central. Neste órgão, células tímicas epiteliais medulares (mTECs) facilitam a eliminação de células T auto-reativas por expressarem e apresentarem um repertório diverso de antígenos dos tecidos periféricos (PTAs), um processo que depende, em grande parte, da expressão do gene regulador autoimune, do inglês, Autoimmune regulator (Aire). O gene Aire é um regulador transcricional que pode atuar de maneira dual, ou seja, ora ativando a transcrição, ora reprimindo-a.

Data da defesa: 
03/11/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas

Estudo da participação da via de sinalização dependente de ERK5 na polarização de macrófagos M2 induzida por IL-4

Os macrófagos são células imunológicas que apresentam uma alta capacidade plástica que permite sua polarização em diferentes súbtipos celulares em respostas a diversos estímulos ambientais. Dentre esses súbtipos, os macrófagos M2a desempenham um papel central no reparação tecidual, na resposta imune contra parasitas e na regulação imunológica. A polarização de macrófagos M2a é induzida por citocinas tipo-2, IL-4 e IL-13, e envolve a ativação do receptor da IL-4 e, subsequentemente, o fator de transcrição STAT6.

Data da defesa: 
16/10/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas
Arquivo da dissertação: 

Avaliação de vias de sinalização em células-tronco da leucemia mieloide aguda de novo

Orientador: 

Cerca de dois terços dos pacientes diagnosticados com leucemia mieloide aguda
(LMA) alcançam remissão hematológica completa com os esquemas terapêuticos
atualmente disponíveis, a qual é frequentemente seguida por recaída. Diversas
evidências corroboram a ideia de que a recaída na LMA se deve à sobrevivência de
uma rara população de células quiescentes, funcionalmente caracterizadas como
células iniciadoras de leucemia (LIC), as quais são resistentes à quimioterapia.
Portanto, admite-se que a LMA poderia ser erradicada por estratégias terapêuticas

Data da defesa: 
02/10/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas

Investigação dos mecanismos envolvidos na susceptibilidade à infecção por Trypanosoma cruzi de animais deficientes da fosfatidilinositol 3-quinase gama (PI3K). Ribeirão Preto – SP 2015

Orientador: 

A doença de Chagas, causada pelo parasito protozoário Trypanosoma cruzi (T.
cruzi) constitui ainda hoje um grande problema de saúde pública, afetando hoje
cerca de 8 milhões de pessoas na América Latina, onde é endêmica. A resposta
imune frente ao parasito inicia-se no momento em que este é detectado por
macrófagos e outras células da imunidade inata levando a produção de
citocinas, quimiocinas e outros mediadores solúveis da resposta imune, tais
mediadores sinalizam através de uma gama de receptores de superfície celular,

Data da defesa: 
23/09/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas

Deficiência na expressão de CCR4 reduz a capacidade supressora de células CD4+Foxp3+ e aumenta a susceptibilidade na fase crônica da infecção por M. tuberculosis Ribeirão Preto 2015

A tuberculose (TB) é uma doença crônica causada pelo bacilo Mycobacterium
tuberculosis. A patogênese da TB é resultado da interação da persistência dos bacilos
e dos mecanismos que conferem proteção contra a infecção. Nesse sentido, o controle
de respostas efetoras é fundamental para limitar o dano tecidual do hospedeiro.
Células T CD4+Foxp3+ desempenham essa função, porém estão associadas com a
progressão da TB. Sabendo que o receptor de quimiocina CCR4 está envolvido na
migração de células T CD4+Foxp3+ para o pulmão, nós usamos animais deficientes

Data da defesa: 
23/09/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas
Arquivo da tese: 

imunomoduladora do ácido cafeico, um metabólito secundário da Baccharis dracunculifolia, sobre os neutrófilos humanos estimulados por agentes solúveis e particulados Ribeirão Preto 2015

Os neutrófilos representam a primeira linha de defesa do hospedeiro, atuando na contenção e eliminação de patógenos. Contudo, alterações na vida média, no excessivo recrutamento e ativação dos neutrófilos estão associados a danos teciduais e a doenças inflamatórias e autoimunes. A modulação das funções efetoras dos neutrófilos pode auxiliar no tratamento de tais patologias. Neste sentido, os produtos naturais constituem uma importante fonte de novas substâncias imunomoduladoras.

Data da defesa: 
21/09/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas

Tabhys: um peptídeo com atividade lectínica extraído de Tabernaemontana hystrix

Autor: 

Lectinas são proteínas que possuem pelo menos um domínio não catalítico que se liga reversível e especificamente a um monossacarídeo ou oligossacarídeo. A capacidade de ligação a diferentes tipos de açúcares torna essas moléculas ferramentas úteis no estudo de diversos processos celulares específicos. Embora as lectinas de plantas sejam amplamente estudadas, aquelas referentes à família Apocynaceae ainda são pouco exploradas.

Data da defesa: 
31/08/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas
Arquivo da dissertação: 

Imunossupressão induzida por sepse é dependente da idade

Sepse é definida como uma resposta inflamatória sistêmica decorrente de uma infecção, caracterizada por lesão tecidual, apoptose e disfunção do sistema imune. Relatos da literatura tem demonstrado que pacientes e animais de experimentação que sobrevivem à sepse desenvolvem um quadro de imunossupressão tardia, o qual contribui com a maior suscetibilidade destes a infecções secundárias. Nosso grupo demonstrou que as células T reguladoras (Tregs) participam ativamente do desenvolvimento desta imunossupressão.

Data da defesa: 
24/08/2015
Local: 
Anfiteatro Prof. Dr. Pedreira de Freitas
Arquivo da dissertação: 

X Curso de Inverno em Imunologia Básica e Aplicada

Bytebio
AntiSpam